sábado, 10 de setembro de 2011

RODÍZIO

Lendo o noticiário sobre os artistas, o que mais se vê é alguém terminando o relacionamento com outro alguém e já de caso novo. A rapidez com que isto acontece, é impressionante. Como alguém que, ainda ontem, revelava ser aquele(a) o grande amor de sua vida, pula no momento seguinte para outro relacionamento, que de imediato passa a ser a companhia ideal e definitiva. Que rodízio é esse? Onde está o verdadeiro sentimento? Ou ele não existe? Como, ao terminar tudo, já fazem novas juras de amor? Dizem que a fila anda. Mas, como? Se andou tão rápido é porque não havia sentimento e, muito menos, envolvimento. Esta facilidade e rapidez com que pulam de um lado para o outro, a meu ver, é total ausência de entrosamento. O pior de tudo é que, na maioria dos casos, tem sempre filhos (ainda pequenos) no meio. Alguns casais têm filhos com diversas pessoas e chegam ao cúmulo de romper a união, proclamada eterna, até mesmo durante a gravidez,não esperando a criança nascer. É, de fato, tudo muito rápido!

Não quero dizer, com isso, que temos de ficar reverenciando um amor perdido. Mas, o verdadeiro amor não se apaga assim, tão de repente. Ou estarei equivocada?

22 comentários:

Pitanga Doce disse...

VALHA-ME NOSSA SENHORA DA BLOGOSFERA!

Paloma disse...

OBAAAAAAAA!!!!!!!! AGORA VAI !!!!!
¨Muchas Gracias

Mery disse...

Olá, ótima noite pra ti.
Fiquei curiosa pra saber das celebridades, e vi o que eu também acho absurdo, eles só ficam, não existe "fidelidade" nesse meio, a fila anda tão rápido, nossa!
É verdade, o amor não se apaga tão de repente.
Bjus.
Não deixa de me visitar, também sou carioca.

Dulce disse...

Pois é!... eu também não consigo entender, minha amiga, mas são reflexos de novas formas de encarar a vida... Vamos ver no que vai dar.

Beijos e um bom domingo para você.

Beth/Lilás disse...

Paloma, eu também fico besta com este povo televisivo, mas penso que ali acontece uma enorme disputa de egos, são muito vaidosos e não conseguem deixar-se amar, por isso vivem trocando de parceiros.
Sobre o novo layout, parabéns, ficou bem mais bonito.
bjs cariocas e bom domingo!

Catarina disse...

Amor? O que é isso? As pessoas não sabem o que é e muito menos o sentem... Os tempos mudam e com ele a honestidade, a verdade, até a amizade sincera...

isa disse...

Equivocada,minha querida?
Acho que ñ!
Penso sim que os valores e a maneira
de encarar a Vida são bem diferentes!
Beijo.
isa.

AC disse...

Pat,
Deixámos que a cultura do descartável se instalasse em nós, e isso tem um preço muito elevado.

Beijo :)

AC disse...

Disse Pat, queria dizer Paloma. As minhas desculpas.

Maria disse...

Amiga hoje o pega e larga parceiro é a meu ver uma triste realidade. Uma nova forma de ver a vida ...
Tenha pena é das crianças que passam por esta nova forma de ver uma união.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Paloma disse...

MERY, agora passaram a conjugar o verbo ¨ficar¨. Tomo mundo está ¨ficando¨,pois é mais rápido e sem envolvimento.

DULCE,desconhecem o verdadeiro amor.Li,certa vez:¨Quem passou pela vida e não amou, não viveu,vegetou¨

Paloma disse...

BETH,sim, eles e elas, uma vaidade exagerada, que não lhes permite ter sentimentos.

CATARINA,não sabem o que é amor.Mas,a cada novo caso,fazem estardalhaço jurando amor eterno.E,ainda tem aqueles(as)que tatuam o nome da criatura e depois tentam desfazer a horrível tatuagem. Esse povo é mesmo aloprado!!

Paloma disse...

ISA,são mesmo outros valores e a banalização da vida, em todos os setores.

MARIA,lamento pelas crianças,e olha que são muitas,vivendo esta triste realidade.

AC, descartável é a palavra certa.

São disse...

Eu acho que muitas dessas notícias e relacionamentos são fabricados, sabe?

Um abraço bem amigo.

Paloma disse...

SÃO, até pode que alguns deles sejam,para efeitos publicitários.Mas,não tinham o direito de colocar crianças no mundo,de uma forma inconsequente.Mulheres com diversos filhos,de pais diferentes.
Homens com filhos de diversas mães
Nestas relaçoes passageiras,filhos,jamais.

Cida disse...

Você não está equivocada!

O verdadeiro amor, vem para ficar, ele não se apaga num sopro...Nunca!

Não tenho a mínima idéia do que essas "celebridades" sentem um pelo outro (ou pior, até sei), mas isso sózinho, jamais poderá ser chamado de amor.

O amor alimenta a alma e o coração, e quando se ama, a última coisa que queremos na vida, é perder o ente amado.

Mas o pior de tudo, é que eles não medem as consequências dos seus atos, e vemos inúmeros casos que após a separação, ainda ficam brigando pela guarda dos filhos.

Muito triste isso!...:(

Beijo pra você, Palomita.
Tenha uma linda e abençoada semana.

Cid@

Rafeiro Perfumado disse...

O problema é que as pessoas raramente sabem o que é o verdadeiro amor, e vivem sempre na ilusão de que o estão a viver. Depois dá no que dá...

Paloma disse...

CIDA, gostar verdadeiramente de alguém é muito mais do que esses artistas apregoam. Eles,na sua maioria, jamais saberão o real sentido da palavra amor. Quando ficam brigando pelos filhos,muitas vezes é para atingir um ao outro,quer seja visando o lado financeiro ou por vingança. As pobres crianças ficam no meio de dois acelerados, sofrendo todo tipo de pressão.

Paloma disse...

RAFEIRO, eles estão sempre se enganando e, assim, não há parceiro(a) que chegue. É um troca-troca danado.

BlueShell disse...

Tens toda a razão: a questão é que se confunde "Paixão" com amor! Só isso. O verdadeiro amor perdura...e mesmo quando uma relação termina há uma espécie de "luto" antes de se partir para outra...(isto falando do amor verdadeiro, e apenas desse)
. Bj

Paloma disse...

BLUE SHELL, tem razão, é mesmo uma espécie de ¨luto¨ que não nos permite começar uma nova relação,como se nada tivesse acontecido. E, ainda se vangloriam de logo ter arrumado outro parceiro(a). Jamais saberão o que é gostar de verdade e nem a felicidade maior de se ¨fazer amor, com amor¨

Maria disse...

Amiga passei para desejar um excelente fim de semana.

"Nada vale mais do que o dia de hoje. Você não pode reviver o ontem. O amanhã ainda está além do seu alcance." (Goethe)

Beijinhos
Maria