domingo, 26 de dezembro de 2010

O NOME QUE NOS DÃO

O fator sorte conta muito, em nossa vida. A começar pelo nome que nos dão, ao nascer. Vai da consciência dos pais o nome com o qual somos registrados e que nos acompanha por toda a vida.
Uma amiga me escreveu para comunicar o nascimento de sua segunda filha. A primeira, já com
dez anos de idade, chama-se Michelly. A segunda, com três meses, deram-lhe o nome de Mikhaelly (assim, escrito deste jeito) . Tive que o ler duas vezes para escrever. Logo me veio a idéia a complicação que será, para a menina. escrever e pronunciar um nome tão dificil. Até mesmo os pais terão dificuldade em citar o nome, pois são pessoas de pouca leitura(aliás, onde foram buscar tal nome?)
O cantor Dicró, cujas musicas são sempre satirizando alguma coisa,vive fazendo piada da dificuldade que tem de escrever, por falta de oportunidade de ter aprendido. Há algum tempo,ele
foi para o Largo da Carioca(centro do Rio de Janeiro) autografar seus CDS.Lá estando, perguntou
a um fã qual era seu nome para fazer a habitual dedicatória. Ele disse chamar-se Totonho.Dicró
então argumentou que o apelido não seria o indicado,querendo saber seu verdadeiro nome. O fã
disse:¨me chamo Washington¨ Dicró parou e pensou como iria escrever o nome e falou: ¨deixa
prá lá, Totonho é mesmo um nome interessante¨.

Uma curiosidade: Michelly, Mikhaelly e seus pais nasceram e residem no sertão de um estado
do Nordeste,onde os nomes predominantes são simples e repetidos.

21 comentários:

maria teresa disse...

Nomes muito estranhos realmente.
Mesmo cá em Portugal se procurarmos encontramos nomes que soam muito mal, nos apelidos então, há-os pavorosos.
Abracinho meu

Paloma disse...

MARIA TERESA, o interessante é que
esta amiga, quando estava grávida,
me escreveu pedindo opinião sobre
qual nome dar a menina. Citei al-
guns, simples e bonitos. Mas, ela
não aproveitou nenhum.

Obrigada e beijos

Dulce disse...

Pois é, Paloma, os pais ignoram a responsabilidade que é escolher um nome para seus filhos. Meu marido costumava dizer que o nome era importante pois influenciava na vida do ser humano desde o seu nascimentos. Tenho visto cada nome, menina...
Beijos e boa semana para você.

Paloma disse...

DULCE, em muitos casos, o nome é de
uma infelicidade surpreendente. Os
pais não têm consciência do peso do
nome.

Beijos e uma boa semana para você

Lilá(s) disse...

É bem verdade isso, complicamos sem pensar, tive o cuidado de pôr ao meu filho um nome fácil e simples.
Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Minhas tias e minha avó, (todas brasileiras) tinham nomes que em miúdo eu achava estranhíssimos, porque ninguém em Portugal os tinha . No entanto, por cá também tmos exemplos interessantes que nunca deveriam ser postso aos filhos.

Paloma disse...

Lilá(s), desde menina, eu tinha pre
dileção por nomes simples. Haja vis
to, minha boneca a quem dei o nome
de Alice.

CARLOS, a maior dificuldade está no
registrar com nomes estrangeiros,os
quais esta gente não consegue escre
ver e nem chamar.
¨Para que facilitar, se pode compli
car¨

Nilce disse...

Sempre gostei dos nomes sem muita complicação. Os nomes dos meus são enormes, mas é apenas um, sem y, k ou w, e o sobrenome, que por sinal já é bem complicadinho. rsrs
Existem pessoas que gostam de nomes diferentes. Até lembrei-me de uma história sobre nomes que aconteceu comigo quando dava aula para pequenos. Qualquer dia conto no blogue. rsrsrs

Paloma, que em 2011 estejamos aqui juntas para estreitarmos mais nossa amizade.
Que este ano que está para nascer, venha com muita paz, saúde, felicidade e realizações para você e para os seus.

Feliz Ano Novo!

Bjs no coração!

Nilce

Paloma disse...

NILCE, obrigada por sua amizade e carinho.
Apenas desejo que estejamos com sau
de durante todo o ano que se aproxi
ma.

Para você e todos os seus um Feliz
2011

Carla Farinazzi disse...

Paloma

Você escreve muito bem! Gostei bastante...!

Da minha parte, prefiro os nomes curtos ou claros no dizer... O meu Carla e o da minha filha Carolina, são exemplos. E o teu fortíssimo Paloma...

Beijos

Carla

Paloma disse...

CARLA, se você fizer uma pesquisa,
verá que a maioria dos artistas fa-
mosos, têm filhos com nomes simples
e bonitos. Começando pelo mais sim-
ples de todos os nomes: Maria.

Feliz Ano Novo.
Beijos

Isa disse...

Muito interessante o que escreveu.
Sabe,dei o nome de Pedro ao meu filho mais velho e,trinta anos depois,disse-me que queria chamar-se David!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
(lololol)
Feliz 2011!
Saúde.
Paz!
Amor
Beijo.
isa.

Paloma disse...

ISA, nomes simples e bonitos:Pedro,
David, JULIO e outros.

Feliz Ano Novo

Beijos

Vivian disse...

...olá Paloma!!

"O laço que une a sua
família verdadeira não
é de sangue, mas de
respeito e alegria
pela vida um do outro.

Raramente os membros de
uma família se criam
sob o mesmo teto."

Richard Bach [Ilusões]


...eu penso que na blogosfera
também é assim, um lugar onde
fazemos tantos amigos/irmãos,
atraídos pelas afinidades de
alma.

e é em nome destas afinidades
que eu estou aqui desejando à
você que sempre esteve comigo,
um felicíssimo 2011, ano em que
se Deus quiser, também estaremos
juntos nos caminhos do amor!

bjbj

Paloma disse...

VIVIAN, obrigada por seu carinho e
amizade.

Tudo de bom no ano que se inicia.

Beijos

Pitanga Doce disse...

ô PALOMAAAAAAAAAAAAAAAAA! CADÊ O POST DO ANO NOVO? ESSA MENINA...

Paloma disse...

PITANGAAAAAAAAAAAAAAA! Acho que até
o final do próximo ano, consigo fa-
zer um post de fim de ano.hehehe
Vamos por partes,avançando devagar:
¨é devagar, é devagar, devagarinho¨

Pitanga Doce disse...

Vamos por parte? Quem dizia isso era o Jack Estripador. hehehe

Pitanga Doce disse...

Vai ao Pitanga nas não chores, caramba!

Laura disse...

a gente gosta dos nomes bem portugas, mas eu pus um nome Brasileiro a minha caçula, Neide..e diz ela; poxa mamãe, foste por um nome de criada ou mulher de limpeza nas novelas são quase todas neides ehhhh.

beijinhos e Bom Ano, fenomenal.

laura

Paloma disse...

LAURA, de fato, Neide é um nome que
já vi por cá. Mas, é simples de di-
zer e escrever. E isso conta muito.

Tudo de bom para você e sua Neide.

Beijos