sábado, 4 de fevereiro de 2012

AOS AMIGOS

Peço desculpas por me ausentar sem participar o meu afastamento, sem nem ao menos lhes dizer um ¨até breve¨.
Mal comparando: Sabem, aquelas bolas coloridas que enfeitam as festas de aniversário e, inexplicavelmente, ficam meio vazias, murchas? Acho que a Paloma ficou mais ou menos assim. Gosto do convívio de todos,com quem tenho me correspondido. Vou procurar manter o astral em alta, pois cada momento de nossas vidas é precioso demais para ser desperdiçado.

Desculpem o texto ficar sem imagem, pois minha colaboradora (oficial) está viajando.

ABRAÇOS, com o carinho de sempre. PALOMA

5 comentários:

Cida disse...

Seja muito bem-vinda, querida!

Você tem toda a razão, a vida é mesmo muito linda para ser desperdiçada. Mantenha o alto astral, e só terá a ganhar com isso.

Te desejo uma maravilhosa semana.

PAZ & LUZ!

Deus te abençoe!!

Beijinhossssssss,

Cid@

Dulce disse...

Ah, minha amiga, entendo você perfeitamente, pois ando passando por um período desses, de balão murchando, caindo ao sabor do vento, e tenho me policiado muito para não largar tudo e me encolher dentro da concha... rs...
É só atentar para as postagens do Prosa que, comparadas com as de tempos atrás, andam muito sem graça...
Mas como acho que estar aqui com vocês é um estímulo para continuar, vou continuando...
E concordo plenamente com você quando diz que a vida é bela demais para ser desperdiçada, por isso vou sacudindo o marasmo e seguindo em frente.

Beijos e um bom domingo para você.

Paloma disse...

CIDA e DULCE, agradeço o apoio.Não é costume eu deixar a bola murchar, por completo.Mas,este foi, sem dúvida, o ano mais dificil de toda minha vida. Uma carga muito grande, que me arriou.
Vamos em frente!

Beijos,com a amizade e carinho de sempre.

Lúcia Soares disse...

Acontece. Mas se a gente gosta, sente falta e volta correndo. Eu demorei 7 meses pra me animar. Mas voltei.
Se quiser me dar a honra: www.luciahsoares,com
Que 2012 seja muito bom pra você e sua família.
Boa semana!

Paloma disse...

LUCIA, acho que desanimos momentâneos acontecem com todo mundo. Mas, há que combater a tristeza, pois faz mal ao corpo e a alma.

Abraços