sexta-feira, 12 de agosto de 2011

BANALIZAÇÃO DA MULHER


Promoveram uma mega festa para o lançamento da capa da Revista Playboy, com uma apresentadora de TV. É a segunda vez que ela posa para a Playboy e nem tão bonita é. Acho que a ¨mercadoria¨está cada vez mais desvalorizada. Os convidados da festa eram muitos. Mas, o maior destaque ficou por conta de algumas mulheres conhecidas com os nomes de Mulher Melancia, Mulher Moranguinho, Mulher Maçã, Mulher Melão e assim por diante. São mulheres,cujo valor está nos glúteos avantajados e aumentados na base de muita massagem e algum silicone. Nos peitos, alguns mililitros de silicone, que as fazem ficar com os seios parecendo imensas varandas. Não as entrevistem, não deixem que abram a boca para falar, pois são um desastre gramatical, mal conseguindo articular uma frase inteira, porque o que lhes sobra nas partes infladas, falta nos neurônios.
Em fim, a vulgaridade impera nessas jovens sem talento algum, mas ocupando espaço no meio artístico, não tendo aptidão alguma para as artes.
¨E assim caminha a humanidade¨.

20 comentários:

Lúcia Soares disse...

Até quando, Paloma, as mulheres se prestarão ao papel de "carne no açougue"? Afinal, mais magra, mais gorda, mais clara, mais escura, peitos maiores, menores, bumbuns arrebitados ou não, a anatomia humana é a mesma. Nem com tanto photoshop como sabemos que existe, os homens deixam de apreciar a carne exposta. Sempre achei de uma pobreza sem fim a mulher posar nua.
Fico pensando o que passa pela cabeça de um pai ou uma mãe vendo a filha nesse papel.
A Galisteu até que é muito linda, um corpo escultural, que nem deve precisar de retoque, mas já tem tanto dinheiro, pra que a vaidade de posar de novo?
Essas mulheres-frutas, para mim, são uma aberração. Pobres meninas!
Bom fim de semana!

Dulce disse...

Tantas gerações de mulheres em luta pela igualdade, pela possibilidade de oportunidades para as mulheres, para que elas ocupassem lugares que sempre lhes foi de vido, mas nunca permitido, tantas mulheres brilhantes abrindo caminhos e criando espaços, mostrando a que vieram, justificando a luta das nossas passadas defensoras e no entanto, a valorização ainda se faz pela estampa, que já nem é de verdade... Este nosso mundo esta andando de cabeça para baixo, numa total inversão de valores, e isso em todos os setores.
Coisa triste, não Paloma?

Beijos

Paloma disse...

LUCIA, você bem definiu, mais parecem ¨carne de açougue¨.É uma exposição absurda. Creio que a maioria seja mesmo por vaidade.

Paloma disse...

Amiga DULCE, fico indignada com mais essa inversão de valores. Dão muito espaço na mídia para propagar esse tipo de coisa. Será que as mulheres de verdadeiro valor têm a importância devida?

Catarina disse...

Comercialização feminina. O dinheiro fala mais alto, como se costuma dizer, para algumas pessoas.
Bom fim de semana

Pitanga Doce disse...

Não viste por lá nenhuma Mulher Pitanga? Então tá bem!

Beth/Lilás disse...

Acho tudo isso de mau gosto e sem noção.
Mas, sabes, se elas existem é porque dão ibope, compram as tais revistas, veem os tais programas, assistem os realitys infames e por aí afora.
Infelizmente, no fundo, nossa sociedade gosta, incentiva e fala mal. Não dá pra se entender mais nada ultimamente.
beijos cariocas e ótimo fimdi.,

Paloma disse...

CATARINA, trata-se de comercializar o corpo.Na maioria da vezes, por falta de outros atributos. Há pouco tempo uma dessas Maria Ninguém, fez umas fotos para Revista com o filho dela,de 16 anos, tendo as mãos pousadas nos seios da mãe. A que ponto chegam essas criaturas!

Paloma disse...

PITANGA, é uma fruta pequena demais para anunciar varandões nos seios e malas de porão nos devidos ¨traseiros¨

BETH,os infames realitys são a mesma exposição vulgar e sem conteúdo,a que se submetem essas mulheres. A formula e a finalidade são iguais.

Maria disse...

Amiga Paloma uma triste realidade que em nada engrandece as mulheres. Concordo plenamente que 99% das jovens que se prestam a comercializar dessa forma a imagem, valem-se dos atributos fisicos, pois em termos de inteligência esta deixa muito a desejar.
Querida amiga hoje vim especialmente também para agradecer o seu carinho por ter comemorado comigo o aniversário do meu paizinho.
“Se planta uma semente de amizade, recolherá um ramo de felicidade (Lois L. Kaufman)”
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

isa disse...

Ñ quero deixar acabar o dia sem deixar aqui,para si,um abraço amigo,pelo dia de hoje.
Beijo.
isa.

Paloma disse...

MARIA, hoje, Dia dos Pais, mais uma vez um grande abraço para seu paizinho.
Pela primeira vez, não posso abraçar o meu.

ISA, obrigada, amiga.
Desejo-lhe saúde.

Cida disse...

O dia que alguém inventar um "silicone" para inflar neurônios, vai ficar milionário!
Hehehehehe

Mas, agora, no sério mesmo, quando vejo algumas dessas aí...me da até vergonha de ser mulher.
Triste demais!...:(

Espero, de coração, que o mundo chegue a um tal estágio, que de repente comece a voltar novamente para a normalidade. Senão, amiga, estaremos perdidos.

Beijão procê,

Cid@

Paloma disse...

CIDA, inflar neurônios seria,de verdade, um grande negócio. Acho mesmo que essa exposição corporal é para substituir muitas outras coisas que estão faltando.

Rafeiro Perfumado disse...

Ainda por cima funciona ao contrário, a beleza da mulher está na sua naturalidade, não em siliconices...

Beijoca!

Paloma disse...

RAFEIRO, elas ficam deformadas.Os peitos completamente desproporcionais ao resto do corpo.

Macá disse...

Paloma
Cheguei aqui através do blog da Beth Lilás e adorei o seu espaço, tanto que vou ficar ok?
Sabe que quando eu vejo essas mulheres, eu me sinto tão constrangida. Como elas conseguem heim? Será que não sentem nem um pouquinho de vergonha por serem tão... vulgares?
bjs

Paloma disse...

MACÁ, eu sinto o mesmo quando as vejo. A vulgaridade impera.
Parece que escandalizar virou moda.
Algumas atrizes e cantoras estão dando declarações bombásticas sobre suas intimidades, para ficarem na mídia.

Abraços, agradecendo sua visita.

Laura disse...

Palomita, a culpa é só nossa que assistimos aos milhares a esses espectáculos e que elas podem nem saber falar, mas estão ali..e a gente paga para ver isso, enfim...

beijinhos

laura

Paloma disse...

LAURA, não consigo assistir programação com essas mulheres. Nem mesmo os reality shows que eu acho de uma mediocridade incrível. O pior é que eles passam em vários outros paises. Que mundo é esse?