segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SÓ TU
De todos que me beijaram
de todos que me abraçaram
já não me lembro, nem sei!
São tantos os que me amaram
são tantos os que eu amei!
Mas tu (que rude contraste),
tu, que jamais me beijaste,
tu que jamais abracei,
só tu nesta alma ficaste
de todos os que eu amei!
Paulo Setúbal


17 comentários:

Pitanga Doce disse...

Este poema junto com a música de Dom Julio que diz: "é sempre mais feliz quem mais amou", isto é um tiro, ó Paloma! Meus sais, faz favor!

boa noite e cadê as chaves, caramba???

Paloma disse...

PITANGA, meu JULIO cantando combina
com romance, paixão, poesia e tudo
de bom que o amor nos proporciona.
Ele é a personificação do amor.

Quanto as chaves,convém apelar para
São Longuinho,como diz o dito popu-
lar.
Abraços

Cida disse...

Eita que coisa mais linda, meu Deus!...:)

Esse blog está merecendo nota mil.

Parabéns, amiga!

Abreijos da Cid@

Leticia Gabian disse...

Atmosfera romântica é o que não falta a este blog!
Muito bem!

Às vezes a gente ama o que, de fato, não conhece. Há o risco de amarmos em vão. O melhor é conhecer bem, beijar muito e abraçar sempre. Mas, ainda assim, corremos o risco de um solene engano.
E a vida é isso. É experimentar, buscar, errar, acertar. Isto é o que dá ritmo à nossa vida.

Beijocas grandes

Paloma disse...

CIDA, sou exageradamente romântica.

LETICIA,entendo você quando me fala
dessa busca constante,na vida da
gente. Eu lhe admiro muito por essa
coragem, que só vem confirmar a fi-
losofia de vida, que diz ser melhor
a gente se arrepender do que fez do
que lamentar não ter feito. Você es
tá mais do que certa,porque estag-
nar a vida, é não viver. Mas, cadê
coragem de ir em frente?
Beijos, com admiração e carinho

João Videira Santos disse...

...Y Julio queda bien con estas palabras.

(Así en castellano para que no pierdas el sabor de la canción.)

Rosa dos Ventos disse...

Estranha forma de amar! :-))

Abraço

Paloma disse...

JOÃO VIDEIRA SANTOS, adoro castella
no.Soa bem aos meus ouvidos.Entendo
tudo que o JULIO canta,mas não sei
escrever no idioma.

ROSA DOS VENTOS,digamos que proje -
tei neste cantor uma espécie de
amor platônico,motivada por tudo de
bom que eu vivi, ao som das musicas
dele.

Lilá(s) disse...

Que maravilha de musica e poema, fiquei por aqui ouvindo....
Bjs

Sissy disse...

Lindo.. sem dúvida! ;)

Beijoo***

Paloma disse...

LILAS e SISSY agradeço a visita e
fico feliz por apreciarem a música,
de quem motivou a criação deste
blog.
Beijos

Tite disse...

Estes sãos os desencontros do AMOR.

Gostei do poema, da música e de todas as visitas que recebo desta linda PALOMA.

Beijossss e tenha um Bom FdS

Paloma disse...

TITE,muito exata sua conclusão,ou
seja,DESENCONTROS DO AMOR.
Toda minha simpatia e carinho por
sua visita.
Beijos e igualmente um bom fim de
semana.

Isa disse...

Paloma,obrigada pelas suas palavras.
Adorei este poema de hoje e a música
que estou a ouvir,enquanto escrevo.
Vou seguir o seu blog mas ñ consegui fazê-lo hoje.
Beijo.
isa.

Paloma disse...

ISA, obrigada.Como disse,não tenho
palavras para expressar minha emo-
ção. Finalmente, alguém que aprecia
JULIO IGLESIAS, selecionando uma de
suas muitas musicas,para ilustrar
seu texto.
Beijos

Isa disse...

Voltei e consegui segui-la...
Geralmente ñ desisto.Sério!
Beijo.
isa.

Paloma disse...

ISA, obrigada, estou tentando fazer
as postagens sòzinha e assim expor
minhas idéias. Mas, ainda está dificil acertar o alinhamento.
Beijos